sábado, 31 de janeiro de 2009

Cristina Valadas na Feira de Bolonha 2009

Enquanto aguardamos ansiosamente o arranque da Feira do Livro Infantil de Bolonha, começam a chegar novidades acerca dos autores e ilustradores nacionais que irão apresentar o seu trabalho em Itália.
Desta feita, destacamos com orgulho Cristina Valadas, a responsável pela ilustração de trabalhos como Herbário, de José Sousa Braga, e O Rapaz que Sabia Acordar a Primavera, de Luísa Dacosta; este último valeu-lhe o Prémio Nacional de Ilustração 2007.

Com orgulho porquê? Porque Cristina Valadas foi seleccionada de entre um conjunto de 2700 ilustradores de todo o mundo que se candidataram à feira deste ano.
Cerca de oitenta ilustradores terão o privilégio de expor em Bolonha, num evento que irá decorrer entre 23 e 26 de Março.

Nos últimos 45 anos, a Feira do Livro Infantil de Bolonha, a de maior relevo a nível mundial, tem sido ponto de encontro para as mais diferentes instâncias da criação do universo da literatura para os mais novos, e não só: lá podemos encontrar as mais recentes novidades, autores, ilustradores e editoras. Uma oportunidade única para saber o que se passa pelo mundo e para apoiar Cristina Valadas, a nossa representante de honra.

Para aceder ao site da Feira do Livro Infantil de Bolonha 2009 clique aqui.
Para visitar o site da ilustradora Cristina Valadas clique aqui.

Fernando Carvalho

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Prémio Literário Papiro 2009

Para celebrar o Ano Europeu do Diálogo Intercultural, a Papiro Editora promove um desafio literário - Prémio Literário Papiro 2009 - subordinado ao tema “Interculturalidade – Aceitar a Diferença”, na categoria de literatura infantil.

Este é o repto para um concurso que procura descobrir novos escritores para crianças, bem como promover a sensibilização para a diversidade cultural, a nível nacional.
Para além da temática ser estimulante do ponto de vista criativo e social, o prémio será a publicação e distribuição do texto vencedor.

A literatura ficará mais rica com novas abordagens à interculturalidade. As crianças terão acesso a uma obra de índole integradora, numa viagem até ao outro, num mundo global em que as migrações intercontinentais já são uma constante.

Fernando Carvalho

Muito boas notícias!!!

Sabemos como é difícil chegar às editoras e todos nós temos o livro ideal - aquele que não foi ainda editado. Descobri um site onde isto é possível. Basta descarregar o programa e trabalhar a partir daí. É possível juntar texto, imagem; escolher o tipo de papel, formato, encadernação, etc. E, para melhorar (maravilha das maravilhas!), podemos fazer os exemplares que quisermos. 1 ou 1000, chegam à nossa porta, prontinhos, passados dez dias. Não é lindo?

Para aceder a este site clique aqui.

Ana Lage

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

X Salón do Libro Infantil e Xuvenil de Pontevedra

No âmbito da iniciativa Galiza-Lusofonia (2009-2010), realizar-se-á em Pontevedra, Espanha, o X Salão Internacional do Livro Infantil e Juvenil, entre os dias 1 e 15 de Fevereiro. Portugal será o país convidado nesta edição dedicada ao amor na literatura, com conferencistas como João Pedro Mésseder. A abertura é já no próximo Domingo.

Para mais informações, contacte info.cidadan@xunta.es.
Para mais detalhes sobre o X Salão clique aqui.

Fernando Carvalho

Hoje nos cinemas

O Rapaz do Pijama às Riscas, romance juvenil do escritor irlandês John Boyne – um dos best-sellers do New York Times o ano passado – estreia-se hoje nas salas de cinema do país. O livro foi originalmente publicado no Reino Unido em 2006, com edições simultâneas para jovens e para adultos, e já vendeu mais de 1,5 milhões de exemplares em todo o mundo. Traduzido para 32 línguas, conta a história de dois meninos, Bruno e Shmuel, que desenvolvem uma improvável amizade num campo de concentração nazi. Um é filho do oficial responsável, o outro é uma das muitas crianças judias destinadas a um fim trágico. Sem concessões ao sentimentalismo fácil, John Boyne é hábil na condução de uma narrativa em que as emoções se integram numa reflexão acutilante sobre um dos mais tristes episódios da História do século XX. Em Portugal, O Rapaz do Pijama às Riscas foi editado pela ASA.

O trailer do filme pode ser visto aqui.
Para aceder ao site da editora clique aqui.

Carla Maia de Almeida

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Formação Avançada em Revisão e Edição de Texto

Quem é o profissional de revisão hoje? 

É inegável que o futuro do revisor não pode manter-se dentro dos velhos moldes a que tem estado sujeito nas últimas décadas, obstinadamente preso ao papel e à "caça à gralha", e alimentando uma desajustada reverência ao conceito de autoria, tradicionalmente considerada intransponível e intocável. 
O panorama editorial tem vindo a mudar, levando a repensar não só os conceitos de autoria e de escrita, mas também o lugar e a dimensão do revisor, a quem cada vez mais explicitamente se atribui o papel de mediador de processos de linguagem, "afinador" de intenções, "facilitador" de discursos...

Pode ler mais informações sobre este curso aqui

A secção da alegria

Fernando Alves dedicou uma das suas últimas crónicas na TSF à experiência da leitura e da descoberta dos livros pelos mais pequenos, no espaço que lhes é concedido nas livrarias. Chamou-lhe, justamente, «a secção da alegria». O blogue da Pó dos Livros escreveu sobre o assunto aqui. A crónica dos Sinais pode ser ouvida aqui.

Chapéus há muitos

Porque é no Alentejo, - onde está a nossa mascote - porque é para maiores de quatro anos e porque este Espaço dispõe sempre de tempo para oferecer boas sugestões! É uma encenação colectiva do Pim Teatro e estará em cena dia 31 de Janeiro no Convento da Saudação em Montemor-o-Novo. É só arranjar um tempinho!

Isabel Costa

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

AO CONTRÁR!O

Imaginemos um mundo em que tudo está virado do avesso: as sereias não gostam de água, os piratas não têm espadas, os heróis não têm ninguém para socorrer… Esta é a premissa do novo livro da editora Lemon, que se estreia no nosso mundo, o do Livro Infantil, com um trabalho que contraria os cânones e os rótulos rosados daquilo que costuma ser a literatura para crianças.

AO CONTRÁR!O reúne doze poemas da autoria de Madalena Correia de Matos e ilustração de Sílvia Lézico e, como se a ideia de apresentar personagens descontextualizadas só por si não bastasse, os doze temas são cantados pelos Loto que, ao contrár!o do que estão habituados -sendo eles uma banda pop-rock de respeito, responsável pelos álbuns: Beat Riot e The Club -, iniciam-se nesta área, compondo a música.
Ao contrár!o do que possamos pensar o livro não está em todo lado: é um exclusivo Fnac.

Para aceder à página do livro da loja Fnac clique aqui.
Para aceder ao site da editora clique aqui.
Para outras informações sobre os Loto clique aqui.

Fernando Carvalho

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Quando o teatro vai à escola

Nem sempre é fácil agradar a miúdos e a graúdos mas é o que acontece na peça O Rei Vai Nu da Companhia Evoé Teatro: provoca muitas gargalhadas!
O texto – aliciante e divertido - foi (e bem!) adaptado por Pablo Fernando, actual coordenador pedagógico desta instituição de formação e criação artística, Espaço Evoé, fundada em 2002.
Além desta peça, o Núcleo de Produção da Companhia dispõe de mais três espectáculos que formam o projecto “Teatro Vai À Escola”.
Professores, bibliotecários, educadores e demais amantes do teatro: se as crianças não vão ao teatro, agora já podem levar o teatro às crianças. Basta ter um espaço, uma sala, ou mesmo um jardim se estiver bom tempo!

Para aceder ao blogue do projecto "O Teatro Vai À Escola", clique aqui.

Isabel Costa

domingo, 25 de janeiro de 2009

Isto não é a brincar!

Ainda a digerir a maravilha, a complexidade e a grande satisfação de ter participado no Congresso Internacional “Formar Leitores para Ler o Mundo” organizado pelo portal Casa da Leitura que decorreu na Gulbenkian, nos dias 22 e 23 deste mês, atrevo-me a dizer que o tema dá pano para postes.

Distribuído por três painéis diferentes: Literatura para a Infância e Formação de Leitores, Estratégias de Leitura e Compreensão Leitora e ainda Projectos de Promoção da Leitura, o congresso contou com a presença de especialistas nestas áreas como Peter Hunt, Lawrence Pipe, Sandra L. Beckett, Maria Nikolajeva, Pep Duran, Michel Fayol, Teresa Colomer e António Nóvoa entre outros notáveis. Que delícia o humor e a sabedoria de Savater!
Durante dois dias, cheios de muita gente e ainda mais ideias, foram analisadas estratégias, métodos, políticas e ferramentas para a formação de novos e competentes leitores, embora muito tenha ficado por dizer e mais ainda terá que ser feito. A análise certeira e concisa feita por uma das nossas colegas de curso aqui, merece atenta reflexão.

Estamos no princípio, disso temos a certeza. Mas com perseverança, optimismo e muito trabalho iremos conseguir ajudar a formar leitores para ler este mundo!

Não posso deixar de sublinhar e reiterar o apelo que Peter Hunt formulou aos media: “Por favor, tomem-nos a sério, muito a sério.” É que não andamos aqui a brincar, ai não, não!

Isabel Costa

20 de Março




Pois é, a lagarta mais famosa do mundo faz 40 anos neste 2009. O dia 20 de Março foi designado o “The Very Hungry Caterpillar Day”. Escolas, bibliotecas, livrarias e leitores irão celebrá-lo com uma série de eventos que se estenderão ao longo do ano, em vários lugares do mundo. Embora não goste muito de grandes orquestrações, registo com prazer esta notícia porque, sim, este é um livro - e um autor - absolutamente total e incontornável.

Aqui, uma selecção dos trabalhos de Eric Carle, num slideshow de 3 minutos, por ele comentado.

Ps. Em Portugal, depois da antiga e extinta edição do Círculo de Leitores, foi relançado há cerca de 2 anos pela Kalandraka. Falha-lhes a tradução do título, que, tautologicamente, acrescenta um "muito" à palavra comilona. Perfeito o título anterior do Círculo, A Lagartinha Comilona. Perfeito, apesar disso, termos a lacuna deste livro de novo reparada.

(Post integralmente cedido pelo blog
la double vie de veronique)

Dora Batalim

sábado, 24 de janeiro de 2009

Portillo na Gulbenkian



Impressionante a exposição/instalação "Artifícios para Contar e Criar Histórias", comissariada por José Antonio Portillo, que acompanhou o congresso "Formar Leitores para Ler o Mundo". Deliciosas as explicações do autor. Comentário pertinente de Rita Pimenta para ler aqui.

José Carlos Alfaro

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Tokio de Taro Miura


Tokio é o livro que inaugurou, em Junho de 2006, a colecção "Mi hermosa ciudad" da editora espanhola Media Vaca. A protagonista chama-se Mito, tal como a filha de Taro Miura, a quem é dedicada a obra. Da edição, em castelhano, aqui fica a transcrição do início deste livro infantil:

"La pequeña Mito se va a Tokio con sus padres, pero ¿a dónde va? No sabe nada de esa ciudad. ¿A dónde la llevan sus padres? Sólo sabe que está lejos. Por eso llevan muchas maletas.

Está tan excitada que no hay forma de que se calme. Tiene que salir disparada para averiguar algo sobre Tokio. Le preguntará a todo aquel que se cruce en su camino.

Primero se encontró a una vaca..."

Taro Miura nasceu em 1968, em Aichi - Japão. Especializou-se em Serigrafia na Universidade de Artes de Ozaka onde se licenciou. Autor premiado, é especialmente reconhecido no Japão pela série de álbuns (picture-books) para crianças que tem publicado como escritor e ilustrador. Tem um estilo considerado minimalista e retro. Formas simples, depuradas e geométricas, linhas limpas e o total domínio da técnica de serigrafia, proporcionam composições com cores puras e texturas subtis.

Para aceder ao site da Editora Media Vaca clique aqui.
Para aceder à página do ilustrador no site da Editora Kaisei-sha clique aqui.

Helena Gonçalves

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Charley Harper


Pintor e ilustrador americano (1922-2007), viveu em Cincinnati, Ohio, rodeado de pássaros, insectos e outros animais inspiradores do seu trabalho gráfico. Fascinavam-no as cores, os padrões, as texturas e as formas que observava nas criaturas que viviam ao lado do estúdio onde trabalhava. Os livros ABC's e 123's têm toda a simplicidade e leveza do seu traço.

Maria Remédio

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

As coisas lá de casa


As coisas lá de casa, de José Miguel Ribeiro, são 26 histórias em forma de canções e plasticinas animadas. Uma série que dá protagonismo aos objectos presentes na nossa casa, com que lidamos todos os dias, no caminho entre a cozinha e a sala de jantar. Uma co-produção Zeppelin Filmes e RTP.

Para aceder ao conteúdo publicado no Youtube clique aqui.

Maria Remédio

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Formação para contadores

É mais uma notícia da Biblioteca Municipal de Oeiras, desta vez para aqueles que gostariam de obter formação na arte e técnica de contar histórias. Cristina Paiva, actriz e colaboradora da Associação Andante, orienta o primeiro workshop, «Leituras em voz alta», no dia 7 de Fevereiro. Segue-se, a 14 de Fevereiro, «Formação de contadores», pelo argentino Rodolfo Castro, outro nome bem conhecido que esteve presente na última edição das Palavras Andarilhas. Cada workshop tem a duração de seis horas. No dia 13 de Fevereiro, pelas 21h30, Rodolfo Castro vai estar também na Biblioteca Municipal de Oeiras para uma sessão de contos.

Informações e inscrições pelo telefone 214406342.

Para aceder ao site do Rodolfo clique aqui.
Para aceder ao site da Andante clique aqui.

Ana Lage

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Cidade de Livros


This Is Where We Live from 4th Estate on Vimeo.


Nos 25 anos da 4th Estate Publishing, um filme de animação em stop-motion que nos leva em passeio por uma cidade feita de papel e letras. This Is Where We Live, uma produção Apt Studio e Asylum Films.

Paula Cusatti

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Virgínia Lopes de Mendonça em exposição


Recentemente doado à Biblioteca Nacional, o espólio de Virgínia Lopes Mendonça (1881-1969) é objecto de uma exposição bibliográfica evocativa da sua obra infanto-juvenil, patente na Sala de Referência até 31 de Janeiro. Uma parte foi ilustrada pelo irmão, Vasco Lopes de Mendonça.

Um pouco mais sobre a autora de O Anão Tiro-Liro: «Escritora significativa na história da nossa literatura para crianças. Filha do dramaturgo Henrique Lopes de Mendonça e sobrinha dos célebres pintores Columbano e Rafael Bordalo Pinheiro, os seus dotes literários só vieram a revelar-se nos anos 30, época do apogeu daquela literatura entre nós. De estilo simples, acessível, o seu nome surge, em O Senhor Doutor – revista-vedeta deste período –, entre os de Ana de Castro Osório, José Gomes Ferreira, Leyguarda Ferreira, Maria de Figueiredo (Tia Nené), Carlos Cascais, Aníbal Nazaré e Henrique Marques Júnior. Autora de originais bem acolhidos, a maior parte com ilustrações de seu irmão, Vasco Lopes de Mendonça, ligou ainda o seu nome ao de Laura Chaves, de cuja colaboração sobressai a peça teatral Maria Migalha (1937). Manteve durante muitos anos, no extinto Diário de Lisboa, uma página para as crianças.» (in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. III, Lisboa, 1994)

Para aceder à página da Biblioteca Nacional clique aqui.

Ana Teresa Ferreira

Sábados na Biblioteca de Oeiras


Em matéria de actividades à volta do livro infantil, a Biblioteca Municipal de Oeiras é uma das mais dinâmicas da região da Grande Lisboa. Este sábado, dia 17 de Janeiro, às 15h30, a escritora Luísa Fortes da Cunha encontra-se com leitores dos 9 aos 13 anos (e respectivas famílias, se quiserem…), para falar do seu percurso e, é claro, da Teodora, a fada que deu nome à colecção publicada pela Presença. Será mais um dia dedicado ao projecto «H(á) Conversa com Escritores», que este mês já recebeu Alice Vieira. No sábado seguinte, dia 24, às 16h00, a Biblioteca de Oeiras abre as portas a mais uma edição dos «Sábados de Contos», histórias partilhadas por contadores e dirigidas a toda a família; em especial, a crianças a partir dos 4 anos.

Mais informações e inscrições pelo telefone 214406342.

Sandra Simões

Agora é a sério

Fomos descobertos sem querer. E é isso que explica o intervalo de tempo prolongado entre este post e o anterior. Passada a fase experimental, em que mudámos o lay-out da página, o blogue do Curso de Pós-Graduação em Livro Infantil da Universidade Católica de Lisboa arranca em força. A partir de agora.